Alimentação saudável: 8 passos para mais consciência e autocuidado

2019-02-17 14.08.21-2

Um pratão colorido assim e o nosso corpo fica feliz da vida ❤️ Cor no prato é sinônimo de sabor e de nutrição. Comer colorido garante que a gente receba boas doses daquilo que precisamos pra nossa mente e corpo funcionarem da melhor maneira possível.

2019-02-17 14.13.45-2

A nossa energia, nosso humor, nossos sentimentos, nosso comportamento são influenciados diretamente por aquilo que comemos. E, mesmo assim, a gente negligencia nossa alimentação e todo potencial de transformação e cura que ela gera. Não prestamos atenção nos alimentos e constantemente nos vendem a ideia de que saúde se compra nas prateleiras da farmácia e não no mercado ou na feira – ou que tu pode mesmo plantar em casa. Essa semana tá abrindo mais uma farmácia aqui perto de casa, a 4ª em uma distância de menos de 1 km (sim!).

Por que não mais feiras orgânicas? Por que não mais incentivo a uma alimentação que previne doenças e te nutre de verdade em vez de estimular o consumo de uma indústria imensa? A cada dia crescem o número de estudos que comprovam a relação da alimentação saudável com a redução do risco de doenças e pouco se fala sobre isso para as pessoas.

Parece que se criou um mito em volta do comer saudável, que é sem gosto, caro, muito difícil, inacessível, complicado. Eu adoro descomplicar 😄 E mostrar que comer consciente é sinônimo de sabor e de autocuidado é uma das minhas missões.

Por isso escrevi 8 dicas simples pra prática de uma alimentação saudável e consciente que me ajudaram muito no início do meu processo ❤

1. Entenda a sua fome

O que te motiva a comer é uma emoção ou uma necessidade? Que sentimentos emergem no momento da tua refeição? Procura observar o que tu tem sentido.

Além disso, muitas pessoas seguem a regra de comer de 3 em 3 horas. Essa pode ser uma dica pra equilibrar a alimentação, mas talvez pra ti seja melhor de 2h em 2h, ou de 4h em 4h. Por isso é tão importante se observar e definir qual a melhor dinâmica pra ti.

2. Cozinhe a sua própria comida

Aprender a cozinhar nos faz entender melhor os sabores, texturas. Nos conecta com o alimento, nos faz entender melhor a nossa saciedade. Não precisa ser um master chef pra cozinhar bem, a prática é o que ensina.

3. Desconecte-se de distrações

Sim, de novo, deixa o celular de lado pelo menos por esses minutos. Te dedica um tempo pra ti. TV, computador, livro também te tiram o foco e te distraem, afetando a digestão e a sensação de saciedade.

4. Respira

No Yoga dizemos que a respiração é o que nos conecta com tudo. Antes de comer, faz algumas respirações profundas. Sente o ar entrando pelos pulmões. Fecha os olhos e relaxa. Assim preparamos o corpo para um momento importante.

5. Vá à feira ❤

Para o alimento chegar no teu prato, existiu um processo longo antes envolvendo várias pessoas. O produtor que planta, que colhe, aqueles que levam o produto até a feira ou mercado, o preparo do prato.

Conhecer o processo de plantio e os responsáveis por ele nos desperta uma relação de maior afeto com aquilo que consumimos.

6. Coma devagar

Sente os sabores, os cheiros, cada parte do alimento. Mastiga várias vezes, apreciando. Sabe quando nos perguntam o que comemos no almoço e não lembramos? É como se não tivéssemos vivido esse momento porque não prestamos atenção. Mas no Natal ou no aniversário sempre lembramos, porque estamos totalmente presentes, sem pressa.

7. Pare de comer quando se sentir satisfeita

Temos uma ideia de que precisamos ficar muito cheias e só aí paramos de comer. Esse excesso nos deixa pesada, a digestão exige do nosso corpo e ficamos cansadas. Tá tudo bem deixar um espacinho (mesmo!). No momento em que tu te sentir satisfeita, que passou a fome, para de comer. É uma mudança de hábito desafiadora porque nos acostumamos a comer sem parar e a comer muito. Mas aos poucos acontece com bastante naturalidade.

8. Observe seu corpo

A gente tem uma sabedoria inata em busca do bem-estar. Procura reparar como tu te sente com relação a tua alimentação. Como são os ciclos da tua fome? Que alimentos te trazem mais saciedade?

Escuta teu corpo porque ele sabe exatamente do que precisa.

Você também pratica autocuidado com a alimentação? Me conta 🙂


Torta-flor de maçã

Começando a semana com essa torta-flor linda  ❤

2018-12-13 17.06.24-1

Eu fico mais e mais apaixonada pela Gastronomia quando tenho momentos de completa entrega e criação como essa. Quando a arte surge do afeto, da dedicação, do olhar atento, da mão cuidadosa, do esforço. São momentos de presença genuína, não estou em nenhum outro lugar da minha mente ou fora dela. Vivo o toque, o cheiro, a visão, inspiro e expiro o nascer da obra. Sou só semente-aprendiz, inspirada pela rainha Natureza que nos dá o alimento e nos ensina tanto. Mas me permito chamar, por vezes, de artista. 😊

2018-12-13 15.02.49-1

Essa é uma torta para celebrações: ela reúne, conforta, apaixona e traz felicidade. É uma opção muito deliciosa que vai um pouco na contramão do movimento massivo de produção de chocolate dessa época do ano. Sim, chocolate é incrível, não nego. Mas tem um universo de possibilidades doces muito boas além dele. ✨

2018-12-13 18.30.13-1

Eu amo tudo que é com fruta (menos figo em calda, por favor, não), além de terem um sabor maravilhoso, são super nutritivas. E essa torta servida quentinha é um carinho pra alma 🙂

Quem fizer me conta o que achou que vou amar saber 🙂

♥ Torta-flor de maçã ♥

♥ Ingredientes da massa

1 xícara e 1/2 de farinha de trigo

1/2 xícara de trigo integral

3 colheres de sopa de óleo de coco (derretido)

1/3 de xícara de água gelada

Um apitada de sal

1 colher de açúcar demerara

Óleo para untar a forma

♥ Ingredientes do recheio

5 maçãs (metade picada, metade em tiras finas para fazer a flor)

Suco de 1 limão

3 colheres de sopa de açúcar demerara

1 colher de sopa de amido de milho

1 colher de sobremesa rasa de canela em pó

~~Para pincelar por cima da torta:

1 colher de sobremesa rasa de canela em pó

1 colher de sopa de melado

2 colheres de sopa de óleo de coco (derretido)

♥ Preparo do recheio e da flor

  1. Fatie metade das maçãs e deixe em um tigela misturadas com metade do suco de limão.
  2. Pique o restante das maçãs, misture com o suco de limão, a canela, o açúcar e o amido e deixe descansando enquanto prepara a massa.

 

2018-12-13 15.33.54

 

♥ Preparo da massa

  1. Em uma tigela, misture bem as farinhas, a pitada de sal e o açúcar.
  2. Adicione o óleo de coco e a água gelada e misture bem com uma colher.
  3. Amasse bem a massa com as mãos para ela absorver bem a água. Primeiro ela vai ficar granulada, mas aos poucos, quando incorporar todos ingredientes, ela fica uma massa consistente e bem homogênea.
  4. Deixe a massa por 5 minutos na geladeira.

2018-12-13 16.06.45-1

5. Unte uma forma com óleo.

6. Coloque a massa entre duas folhas de papel manteiga e use um rolo para abrir a massa.

2018-12-13 16.31.10-1

7. Quando a massa estiver com 1/2 cm de espessura, transfira para a forma e ajuste no centro e nas bordas, deixando 2 ou 3 cm para as laterais.

2018-12-13 16.47.19-1

♥ Finalização

  1. Coloque a mistura de maças picadas sobre a massa e espalhe por toda superfície.
  2. Faça a flor com as maçãs fatiadas (hora da arte!) 🙂 Comece pelas bordas encaixando uma fatia ao lado da outra até chegar no centro.
  3. Pincele cuidadosamente a flor com a mistura de canela, óleo de coco e melado.
  4. Asse em forno preaquecido a 200ºC por 40 minutos (e aproveita o cheirinho incrível vindo da cozinha!).
  5. Espere esfriar para desenformar e sirva com todo amor 🙂

 

 

Espero que tu encontre tua família, teus amigos, os teus amores e possa levar uma torta dessas pra celebrar. Não por causa da Páscoa ou de outro feriado, mas porque é bom estar junto, porque é bom compartilhar a vida ❤